Arquivo para Clássico

Curtindo a vida adoidado

Posted in Cultura Nerd, curiosidade, Filmes, Vídeos with tags , , , on 15/janeiro/2009 by Morphon

Quem não viu esse filme de 1986 não sabe o que perdeu Ferris Bueller’s Day Off ou mais conhecido como Curtindo a Vida Adoidado é o filme que representa a sessão da tarde, por assim dizer. Assisti ele esses dias novamente (dublado é claro), e ainda diverte com a mesma emoção de 20 anos atrás.

Basicamente mostra o dia de Ferris Bueller, matando aula, enganando o diretor e pousando de santinho para os próprios pais. Vivendo um dia de aventura, luxo, e diversão enquanto aplica seu golpe com maestria.

Destaque para a parada:

Direto do tempo em que “Come on baby” era traduzido como “Vai nessa neném”.

Ontem o Cybervida publicou como estão os atores hoje em dia, o que é bom pois essa semana mesmo ví um filme com a participação de Alan Ruck e não o reconheci na hora.

Fica a dica para a geração que perdeu e para quem quiser relembrar…

Anúncios

Buffy, The Vampire Slayer

Posted in Resenhas, Séries with tags , , , , , , , , , , on 21/outubro/2008 by Morphon

As vezes por falta de tempo, vontade ou por mudanças de horarios absurdas cometemos o pecado de deixar uma série boa passar. Isso que aconteceu comigo, assim como outras séries que perdi nos conflitos de minha adolescencia (nerd/não-nerd) que sempre quis assistir mais os horarios não me favoreciam. Recentemente consegui corrigir esse erro com Buffy. A série de Joss Whedon é terceira na lista de Séries Cult segundo o TVguide.

10) Xena: Warrior Princess (1995-2001) (estou assistindo mais tá ruim pra caramba)

9) Twilight Zone (1959-1964) (estou assistindo a versão de 2002)

8- The Simpsons (1989-present) (classico, estou re-assistindo desde o começo)

7) The Prisoner (1967-1968) (nunca ouvi falar)

6) Monty Python’s Flying Circus (1969-1974) (sei que Monty Python faz sucesso, mas não conheço muito o trabalho deles)

5) Lost (2004-present) (esperando a proxima temporada :D)

4) Farscape (1999-2003) (não conheço)

3) Buffy the Vampire Slayer (1997-2003) (é disso que estamos falando)

2) The X-Files (1993-2002) (um marco para as séries)

1) Star Trek (1966-1969) (apesar de não ter acompanhando a série, é visivelmente a série mais cult visto os encontros Trekers. Afinal de contas quem não conhece Dr. Spock?)

Assistir a uma produção que tem mais de dez anos é muito divertido, ao fato que você acompanhar de novo as mudanças que viveu só que agora com olhar de observador e não como personagem.  Já nas primeiras cenas do episódio piloto você vê varios personagens com casacos amarados na cintura, skatistas e afins da época.  Nas primeiras temporadas o que mais surpreende e a diferente relação que todos tem com a tecnologia. Os computadores são praticamente inexistentes e Willow se diferencia exatamente por conseguir e saber lidar com computadores. Era o meio da decada de 90 e a tecnologia inspirava muito medo e era vista com desonfiança, ainda não fazia parte do dia-a-dia de todos.

Como assinatura de Joss Whedon, os personagens e conflitos evoluem e se transformam, um conflito amoroso entre amigos é completamente superado com o passar do tempo, os personagens “crescem” e superam essas situações, ao contrario de Smallville em que insistem em relações que não tem sustentabilidade.   Em alguns momentos personagens passam por fases sombrias, mais tudo isso se dá em mudanças gradativas, assim como acontece na vida real.

Dois momentos marcantes para mim são os episódios: Hush (4ª temporada), em que os personagens perdem a voz, e o Once More, With Feeling (6ª temporada), onde acontece um musical que se encaixa

perfeitamente na trama o ponto alto da série na minha humilde opinião.

A série foi indicada para um Globo de Ouro, além de ganhar outros 33 premios e 99 indicações.

Além de render o Spin-off Angel (muito bom, mais fica para outro post), e uma revista em quadrinhos na qual se passa a 8ª temporada atualmente, a franquia rendeu um sistema de RPG, um trading card game, uma coleção de Action-figures premium, entre outras coisas.

Recentemente a RedeTV adquiriu direitos de 34 episódios (as duas primeiras temporadas), os quais pretende passar aos domingos, as 17horas. Embora eu prefira o idioma original, essa é uma boa oportunidade para aqueles que não conhecem essa série.